Quem você seria sem a sua história?

Sobre Byron Katie

Byron Katie, fundadora de O Trabalho (The Work), tem uma missão: ensinar as pessoas como acabar com o sofrimento delas. Conforme ela guia as pessoas através do poderoso processo de investigação chamado O Trabalho, as pessoas percebem que as crenças estressantes sobre a vida, sobre outras pessoas, sobre elas mesmas, mudam radicalmente e as suas vidas são transformadas para sempre.

Baseada na experiência pessoal de Katie, de como sofrimento começa e termina, O Trabalho é um processo surpreendentemente simples, acessível para todas as idades e histórias de vida, e não necessita mais do que uma caneta, papel e mente aberta.

Através desse processo, qualquer pessoa pode aprender a buscar a raiz da sua infelicidade e resolver isso na origem. Katie (como todos a chamam) não só nos mostra que todos os problemas no mundo são originados no nosso pensamento: ela nos dá instrumentos para abrirmos a nossa mente e nos libertarmos.

Katie é autora de três best-sellers: 
Loving What Is (Amando o que é: Quatro Perguntas que Podem Mudar sua Vida) (com Stephen Mitchell) ,
I Need Your Love—Is That True? (Eu Preciso do Seu Amor – Isso é Verdade?: Como Deixar de Procurar Amor, Aprovaçâo e Apreciação e Começar a Encontrá-los) (com Michael Katz), e
A Thousand Names for Joy (Os Mil Nomes da Alegria: Vivendo em Harmonia com as Coisas da Maneira que São)
(com Stephen Mitchell).
Seu último livro é Question Your Thinking, Change Your World (Questione Seu Pensamento, Mude o Mundo: Citações de Byron Katie).

Como O Trabalho Começou

Byron Katie sofreu uma severa depressão aos 30 anos de idade. Durante dez anos ela mergulhou em depressão, raiva, auto-piedade e constante pensamento suicida; nos últimos dois anos, ela praticamente não saiu do quarto.

Foi quando, numa manhã de Fevereiro de 1986, ela teve uma experiência que mudou totalmente a sua vida. Há várias maneiras de se chamar este tipo de experiência; Katie chama essa experiência de “despertar para a realidade”.

Sobre aquele momento, ela conta:

“Eu descobri que quando eu acreditava nos meus pensamentos, eu sofria, mas quando eu não acreditava neles, eu não sofria e que isso é verdadeiro para qualquer Ser Humano. Liberdade é simples assim. Eu descobri que sofrimento é opcional. Eu descobri dentro de mim uma alegria que nunca havia deixado de estar lá, nem por um segundo. Essa felicidade está dentro de todos, sempre.”

Ela descobriu que o que causava sua depressão não era o mundo ao seu redor, mas o que ela acreditava sobre esse mundo. Ao invés de, inútilmente, tentar mudar o mundo adequando-o aos seus pensamentos de como deveria ser, ela poderia investigar esses pensamentos e, entendendo a realidade como ela é, experimentar uma, antes inimaginável, sensação de liberdade e alegria. Como resultado, a mulher deprimida, suicida, estava, instantaneamente, cheia de amor por tudo o que a vida oferece.

O processo de Katie de auto-investigação, chamado O Trabalho não se desenvolveu a partir dessa experiência; ela diz que isso “acordou” com ela, como ela, naquela manhã de Fevereiro de 1986. As primeiras pessoas que fizeram O Trabalho dizem que isso transformou a vida delas, e rapidamente Katie começou a receber convites para ensinar o processo publicamente.

Desde 1986, Katie tem levado O Trabalho para milhares de pessoas no mundo todo, em eventos públicos gratuitos, prisões, hospitais, igrejas, empresas, universidades, escolas, workshops de fim-de-semana, e na sua maravilhosa Escola para O Trabalho de nove dias.

Contato

Contate Byron Katie aquí.